Bem-vindos ao jeito mais fácil, ágil e seguro de pagar e receber
15/03/2021 10:37 em Tecnologia

Na foto, Guilherme Santos- Dir. Técnico do Pago Zap.

Disponibilizado em uma plataforma fácil e ágil de usar, oferecendo segurança e rapidez nas transações, responsabilidade e proteção no uso de dados totalmente criptografados, aliado a transparência nas informações, e com o melhor custo benefício do mercado, conheça o PagoZAP.

 

Os avanços tecnológicos e científicos deram um grande salto nos últimos meses, alavancados por novas necessidades em decorrência desta pandemia que ainda assola o mundo.

Fomos obrigados a repensar nossas atividades e métodos para nos adaptarmos a esses novos tempos, adotando medidas para continuar vivendo e atuando no mercado, e já constatando que muito do que mudou vai permanecer.

Pessoas e empresas que necessitam comunicar cobranças recorrentes como aluguel, condomínio, assinaturas ou mensalidades, e ainda o faziam se utilizando dos correios, passaram a fazê-lo em mensagens por e-mail. Mas com o crescente número de golpes e fraudes trafegando por ele, com a chegada da pandemia, essa forma de envio de mensagens e de comunicação passou a ser muito inseguro.

E para solucionar a comunicação das cobranças de forma eficaz, sem preocupação com a concorrência de spams e fazendo uso, de maneira inovadora e eficiente da mídias sociais, SMS, Whatsapp e Telegram, foi lançado o PagoZAP, a solução de pagamentos oferecida pela empresa brasileira de tecnologia, Declink, que não é um banco, mas um intermediário tecnológico que garante melhores taxas, e pretende combater de forma preventiva o inadimplemento, oferecendo formas mais atuais, eficientes e seguras nas transações financeiras.

Entre alguns dos diferenciais desta plataforma está a "Divisão de Recebíveis", em que é possível repassar automaticamente os valores percentuais pré-determinados aos seus fornecedores e parceiros de negócio, assim que o pagamento pelos serviços realizados ou produto entregue, é feito. Ou seja, ele não sofre o que chamamos de "bitributação", quando primeiro você, dono do negócio, recebe o total do pagamento pelo serviço realizado, e só depois paga a parte que cabe a cada um dos seus colaboradores neste serviço, obrigando o recolhimento de imposto duas vezes.

Segundo o desenvolvedor da plataforma, Guilherme Santos, "essa possibilidade de 'Divisão de Recebíveis', facilita a vida do usuário, dono do negócio que o utiliza, e também do seu contador, pois o pagamento total já é dividido entre todos os envolvidos, no momento em que é efetuado, distribuindo diretamente para cada um dos fornecedores e parceiros em suas respectivas cotas, e sendo creditado a você, dono do negócio, apenas a parte que lhe cabe nesse montante. Isso cria uma eficiência fiscal, onde é recolhido o imposto tão somente pelo valor que realmente entrou na sua conta, e na conta de cada um dos envolvidos na realização do trabalho, uma única vez. Tudo de forma legal e transparente."

 

Outro diferencial no PagoZAP, é o que eles chamam de "Promoção", em que o usuário contratante, dono do negócio, permite descontos, caso o pagamento seja feito antes da data do vencimento, tudo previamente estipulado. Ou seja, bom para quem recebe por ter antecipado o pagamento de uma dívida, e bom para que paga, pois o valor do desconto pode ser muito mais vantajoso do que o rendimento em alguma outra transação financeira.

Mais um diferencial a ser destacado, é o "pagamento por grupos de cliente". Uma ferramenta contratada, mensalmente ou de forma avulsa, no PagoZAP, que possibilita o usuário proprietário de empresa ou dono de negócio, cadastrar num grupo, todos seus clientes que pagam o mesmo valor por um determinado serviço, poder enviar a cobrança para todos eles de uma só vez, com apenas um clique. E esse usuário pode ter vários grupos distintos para cada serviço que ele venha a prestar, desde que o valor a ser cobrado seja mesmo, para todos os integrantes de cada grupo. E ainda possibilita ao usuário acompanhar quem pagou ou não, e como está a sua receita, na própria plataforma.

E mesmo que o microempreendedor, esteja iniciando o seu negócio, e ainda não tenha sua empresa aberta, com CNPJ, ele poderá fazer uso do PagoZAP realizando suas cobranças por cartão ou boleto, cadastrando o seu CPF na plataforma.

"No posicionamento de mercado, é intensão do PagoZAP atender as necessidades do pequeno e médio empreendedor, que por muitas vezes acabam desprovidos de ferramentas tecnológicas e avançadas, com possibilidade de alta performance, e de valores acessíveis, se tornando reféns dos altos custos funcionais dos Bancos para realização de suas cobranças, e por muitas vezes sem a segurança e a transparência que espera", explica Jose Carlos Almeida Silva, diretor Declink Informática.

Nesse início de operação, o PagoZAP está sendo disponibilizado gratuitamente para uso, bastando baixar no seu smartphone, tablet, notebook, e PC, o aplicativo que está disponível gratuitamente para o sistema operacional iOS e Android, nas lojas virtuais.

Mas os usuários do PagoZAP que necessitarem de mais vantagens e adequações nesse acesso, o que é conhecido como API (conjunto de ferramentas que podem ser incorporadas a solução oferecida pelo desenvolvedor da plataforma), ou seja, a necessidade do usuário que já faz uso de um sistema e gostaria de tê-lo incorporado a plataforma PagoZAP para otmizar o trabalho, pode ficar tranquilo quanto a essa possibilidade, pois o PagoZAP permite essa ligação e adequação a necessidade do usuário, com todo suporte.

As negociações via PIX, ou com Bitcoin (criptomoeda), ainda não estão disponibilizadas, mas já estão em fase final de implementação e testes.

Lembrando que o PagoZAP oferece taxas mais atrativas e competitivas que muitos dos seus concorrentes, com o melhor custo benefício do mercado, e sempre primando pela excelência na qualidade do serviço prestado.

 

Saiba mais acessando: www.pagozap.com

COMENTÁRIOS